logo

Professores e estudantes da Unifal trabalham em pesquisa de moléculas de combate à Covid-19

Professores e estudantes de química da Universidade Federal de Alfenas (Unifal-MG) trabalham em um projeto para descobrir novas moléculas capazes de combater o coronavírus.

O estudo começou na última semana. O objetivo é pesquisar possíveis moléculas para saber se elas podem se tornar no futuro medicamentos que possam prevenir ou combater o novo coronavírus.

“Esse projeto foi pensado em cima de uma quimioteca de mais de 70 moléculas que nós temos hoje no nosso laboratório e essas substâncias têm propriedades que podem de alguma maneira indicar uma possibilidade de indicação, seja como antivirais, no combate à infecção pelo novo coronavírus ou para o controle do processo inflamatório associado ao quadro de pneumonia já característico da Covid. Essas substâncias já têm propriedades identificadas anteriormente que nos indicam que elas possam ser promissoras para essa finalidade”, explicou o professor do Instituto de Química da Unifal, Cláudio Viegas Júnior.

Professores e estudantes da Unifal trabalham em pesquisa de moléculas de combate à Covid-19 — Foto: Reprodução EPTV

Professores e estudantes da Unifal trabalham em pesquisa de moléculas de combate à Covid-19 — Foto: Reprodução EPTV

O projeto da Unifal atua em parceria com pesquisadores de outras universidades espalhadas pelo país.

“Esse projeto faz parte do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Inovação em fármacos e medicamentos e nós temos nesse projeto uma parceria com o professor Hermes de Amorim, da Universidade Luterana do Brasil, do Rio Grande do Sul, que vai trabalhar na frente da bioinformática, fazendo estudos computacionais tentando identificar quais dessas moléculas podem interagir com proteínas do vírus ou proteínas humanas, que fazem parte do processo de infecção e numa outra frente de trabalho, a professora Patrícia Dias Fernandes, da UFRJ, vai testar essas substâncias em modelos, invitro e vivo, para gente identificar propriedades importantes que possam modular o processo inflamatório relacionado à infecção do SARS-COV2, que é o responsável pela Covid”, explicou o professor.

A expectativa é que novos medicamentos possam ser produzidos após a pesquisa, que pode durar anos. Por enquanto os pesquisadores receberam um recurso de R$ 15 mil, mas a intenção é que parcerias possam ser feitas com a iniciativa privada, para que ela possa se desenvolver mais rapidamente.

fonte: https://g1.globo.com/mg/sul-de-minas/noticia/2020/05/26/professores-e-estudantes-da-unifal-trabalham-em-pesquisa-de-moleculas-de-combate-a-covid-19.ghtml

  • Share

Comments are closed.